quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Clic clic... gggrrr


Acho que esta minha pequena repulsa já vem deste os tempos da faculdade, época em que andava muito de autocarro. Um certo dia, ía eu nesse meio de transporte, quando começo a ouvir uns clics... ponto a orelha mais em escuta e a visão a tentar localizar a fonte do barulho, deparei-me com... um senhor a cortar as unhas e a deitá-las para o chão do autocarro. Tal visão mexeu comigo, de modo bastante negativo como podem imaginar. Infelizmente, foi a primeira de muitas outras vezes em que assisti a tal cena... Esta semana, quando vinha no IC para Lisboa, fui novamente brindada por mais um espectáculo de limpeza pessoal! No banco à minha frente, ía uma rapariga com menos de 26 anos (mostrou o cartão jovem ao revisor), com cara de "não me toques que me desafinas", nestas "toilettes". Será que as pessoas não percebem que há certas coisas que se fazem só em casa?

5 comentários:

cipereira disse...

Por acaso também detesto isso! Mas o máximo a que já assisti, foi uma vez na praia!

Raquel disse...

Eu costumo ver muito isso no comboio. Não percebo estas pessoas. Hei-de começar a levar o frasquinho da cera, para fazer a depilação no comboio. Olha só o tempo que vou poupar!

cipereira disse...

Também podes levar cotonetes! Ah, e já agora verniz para pintar as unhas dos pés!

Elisa disse...

Ai é!? Então, e eu assisto a este espectáculo no lab!!! É verdade... o meu chefe, volta meia volta, lá se lembra de dar uma aparadela às sus uñitas, por supuesto!

rdpereira disse...

Lol. Outro dia vi um Romeno (ou de outra etnia parecida) a sacar da naifa e a cortar as unhas e as peles dos dedos em plena hora de ponta bem no interior do Metro do Porto. De naifa, pois os corta-unhas são para meninas!!! Lol